Contratações da Finep chegam a R$ 1,143 bi no primeiro semestre

C&T Economia - Economia

O desempenho da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) no primeiro semestre de 2013 foi considerado muito bom pela agência, que divulgou nesta quarta-feira (24) as informações das contratações e desembolsos. No período de janeiro a junho de 2013, as contratações da Finep alcançaram R$ 1,143 bilhões, sendo 185% superiores às do primeiro semestre de 2012. Já os desembolsos da financiadora atingiram R$ 589,64 milhões, o que representa um crescimento de 60% em relação ao mesmo período do ano passado.

O setor de agroindústria recebeu o maior volume de recursos, respondendo por 14% das liberações, sendo que em 2012 este segmento ocupava a nona posição entre os setores com maior participação nas liberações da Finep. Além dela, os principais setores apoiados foram: automotivo e transportes, eletroeletrônico, energia, farmacêutico e máquinas e equipamentos. Juntos, os seis maiores segmentos respondem por 67% do total desembolsado.

Neste primeiro semestre do ano, a Finep também ampliou os setores apoiados, incluindo áreas como o transporte aéreo de passageiros, para o qual não tinham sido feitos desembolsos no mesmo período do ano passado. Além disso, entre os setores já apoiados, houve crescimento significativo do segmento eletroeletrônico, da agroindústria e farmacêutico, que registraram alta de 589%, 343% e 165%, respectivamente.

A taxa média oferecida ao cliente foi reduzida, passando de 5,22% no primeiro semestre de 2012 para 4,83% no mesmo período de 2013, em linha com a política operacional da financiadora de aumentar a atratividade dos investimentos em inovação para o setor empresarial.

Este crescimento foi alavancado pelo lançamento do programa Inovacred, que descentraliza as operações de crédito da Finep através de bancos de desenvolvimento e agências de fomento com atuação local, de forma a facilitar o acesso ao crédito das microempresas e empresas de pequeno porte que desejam empreender atividades de inovação. As contratações do Inovacred somaram R$ 250 milhões até junho de 2013.

Confira os desembolsos por setor neste link.

(Agência Gestão CT&I com informações da Finep)

Especial: 26ª Conferência Anprotec

sinergia-e-politica-de-estado-sao-desafios-para-o-brasil-avalia-presidente-da-anprotec Maturidade. Essa é palavra que define o atual estágio do ecossistema brasileiro de empreendedorismo e inovação. O segmento conta com...
meta-chinesa-de-tornar-se-potencia-em-inovacao-cria-oportunidades-para-empreendimentos-brasileiros Fortaleza (CE) - O 13º Plano Quinquenal da República Popular da China estabelece metas ousadas para o desenvolvimento da economia. O...
fundos-de-capital-privado-sao-alternativa-a-crise-para-empresas-inovadoras Fortaleza (CE) - O atual ciclo recessivo da economia brasileira, iniciado em dezembro de 2014, atingiu em setembro o segundo pior...
empreendedorismo-em-negocios-de-impacto-social-cresce-no-brasil Fortaleza (CE) - Aos poucos o brasileiro começa a entender melhor a cultura do empreendedorismo, tida por muitos especialistas como...
gestores-apostam-em-integracao-de-esforcos-para-impulsionar-negocios-inovadores Fortaleza (CE) - Há aproximadamente duas décadas, o ecossistema brasileiro de inovação dependia exclusivamente dos governos...