Tecnologia faz Salvador subir no ranking de cidades inteligentes

C&T Inovação - BR

Tecnologias que facilitam a vida do cidadão baiano fizeram a capital do estado subir 14 posições no ranking Connected Smart Cities, da Consultoria Urban Systems, empresa especializada em análise de dados e levantamento de tendências em mercados. No primeiro levantamento, de 2015, Salvador ocupava a 31ª posição, saltando em 2017 para 17ª colocação na tabela geral de capitais mais inteligentes do Brasil.

O aplicativo CittaMobi, que permite que o usuário saiba onde está o ônibus e que horas ele chegará a determinado ponto é dos programas usados na cidade. Além desse, existem dispositivos tecnológico que antecipam deslizamentos de encostas e que permitem acessar internet gratuita em praças. Tecnologias que facilitam a vida do cidadão na hora de resolver questões do dia a dia.

“Uma definição predominante entre pesquisadores é que a Smart City é a aplicação de tecnologia por empresas e governos dentro do espaço da cidade para melhorar a gestão da urbe e a vida das pessoas”, explica explica Raniê Solarevisky, doutorando em Comunicação e Cultura Contemporânea na Universidade Federal da Bahia (Ufba). Raniê pesquisa a relação entre as tecnologias digitais e o espaço da cidade.

De acordo com a engenheira de aplicação Christiane Suemy Okiishi Koyama, da Furukawa Electric LatAm, o grande pilar de uma cidade digital inteligente é a fibra ótica, que quando instalada, permite que projetos inovadores sejam postos em prática, como a instalação de semáforos inteligentes, centros de monitoramento de trânsito e de prevenção contra catástrofes naturais. Essas tecnologias também estão presentes em Salvador.

“É preciso ter uma base de dados boa para, a partir daí, fazer a convergência de todos os serviços. Com a fibra ótica, a cidade começa a conectar escolas, hospitais e órgãos públicos”, explica a engenheira. Segundo ela, essa é uma tecnologia importante e de baixo custo. “O acesso à fibra tem crescido muito, apesar desse paradigma. Um metro de cabo de fibra ótica chega a ser mais barato que um metro de varal”, afirma.

Para alcançar esse posto, a capital baiana contou com algumas parcerias que ajudaram a expandir a tecnologia para todos os bairros. Com a Ufba e a Associação Fraunhofer, por exemplo, a capital desenvolveu inteligência para a Defesa Civil. Hoje, a capital conta com 100 sensores e uma estação total robotizada, instaladas pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, e que monitoram as condições do tempo e alertam sobre riscos de deslizamento.

A redução do tempo de resposta é uma das vantagens das inovações. Uma iniciativa da Transalvador aposentou o papel e a caneta dos fiscais. Agora, o Núcleo de Operação Assistida (NOA) recebe informações de GPS, rádio e internet 4G, que permitem acompanhar o tráfego em tempo real.

Na rede privada também há iniciativas que facilitam a vida do consumidor. O Sensor de Falta Inteligente da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, conseguiu reduzir o tempo de resposta no atendimento de quatro horas para 12 minutos. Em Salvador, 150 sensores do tipo estão em funcionamento e 250 em outros municípios da Bahia.

Agência CT&I com informações do Correio da Bahia

incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos “O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativa  A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI)...
capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimento  A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa...