Congresso discute tendências em inovação e tecnologia para 2050

Últimas Notícias - Notícias

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse no Congresso de Inovação do Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana (FEI), em São Bernardo do Campo (SP), que o país ainda não despertou para a necessidade de investir em pesquisa. “A melhor saída para o crescimento de qualquer país é o investimento em pesquisa, que abre oportunidade para construir uma nação mais justa e com melhor qualidade de vida.”

De segunda (9) a quarta-feira (11), o Congresso de Inovação FEI 2017 discutiu tendências para 2050, em torno do tema “a cidade e o campo inteligentes, para uma melhor qualidade de vida”, ao reunir pesquisadores, especialistas, estudantes, empresas de tecnologia e governo em sessões técnicas, mesas redondas e painéis sobre soluções para mobilidade e conectividade, evolução tecnológica, alimentação e energia para o mundo, entre outros tópicos.


A perspectiva é que essas soluções sejam disruptivas em mobilidade, oferta energética, água e esgoto, educação e lazer, saúde e abastecimento. A organização do evento acredita que o Brasil, por sua dimensão territorial e vocação agroindustrial, tem potencial para oferecer ao mundo caminhos nas áreas de segurança alimentar e segurança energética pela biomassa e por outras fontes renováveis. O campo representa um exemplo de sucesso pela incorporação de tecnologias desde a formação do solo e de sementes até o cultivo e a colheita, elevando a produtividade do agronegócio brasileiro.


Agência ABIPTI com informações do MCTIC