Consórcio entre Brasil e Reino Unido desenvolve plataforma digital voltada a saúde de idosos

C&T Saúde - BR

O projeto “CityZen – Conectando cidades a cidadãos” tem por objetivo criar uma nova plataforma digital com foco em serviços de saúde e o bem-estar de pessoas idosas. Ele será desenvolvido por um consórcio formado pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), a fábrica de software Indústria-i, de Belo Horizonte (MG), e as instituições e empresas britânicas Future Cities Catapult, Space-Syntax e Inavya.

CityZen é um dos sete projetos selecionados no edital lançado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) do Brasil e o Innovate UK, agência de inovação do governo britânico, com o objetivo de estimular o desenvolvimento conjunto de soluções nas áreas de smart cities e energia renováveis.

Os projetos aprovados no âmbito dessa iniciativa de Cooperação Brasil-Reino Unido contarão com recursos do Newton Fund, fundo britânico para desenvolvimento científico, e da Empresa Brasileira de Inovação Industrial (Embrapii).

“O projeto CityZen é mais uma iniciativa importante de inovação aberta, em uma área de grande impacto na sociedade e na vida das cidades, tendo em vista a tendência de rápido envelhecimento da população registrada em vários países, inclusive no Brasil”, afirma Alberto Paradisi, vice-presidente de Pesquisa e Desenvolvimento do CPqD.

Para enfrentar esse desafio, o projeto propõe o desenvolvimento de uma plataforma digital centrada no cidadão, que permitirá aos gestores públicos atender às necessidades específicas de pessoas idosas com produtos e serviços na área de saúde e bem-estar – e com segurança e privacidade dos dados dos usuários. A intenção é oferecer aos gestores um conjunto de ferramentas de análise de dados e de localização avançada, de modo a propiciar maior eficiência na implantação dos recursos.

O projeto tem o apoio das prefeituras das cidades de Campinas e de São Paulo, da Informática de Municípios Associados (IMA), da Associação Paulista de Municípios (APM) e da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que darão sua contribuição fornecendo suporte ao desenvolvimento e à implantação de pilotos da futura solução.

(Agência ABIPTI, com informações do CNPq)



incobra-brokerage-event-disponibiliza-plataforma-para-identificacao-de-parceiros-e-agendamento-de-networkings Já está disponível uma plataforma virtual para que os participantes do INCOBRA Brokerage Event registrem-se e criem o seu perfil de...
metodologia-do-curso-para-elaboracao-e-gestao-de-projetos-da-abipti-e-enaltecida-por-alunos “O diferencial deste curso é que ele é completo, apresenta todo o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia para o aluno”, explica...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativa  A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI)...
capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimento  A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa...