Londrina terá escritório do CTI Renato Archer

C&T Gestão - Gestão

 

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinou nesta quarta-feira (2), em Brasília (DF), o termo que oficializa a abertura de um escritório do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI Renato Archer), em Londrina (PR). A iniciativa é parte de uma estratégia de estímulo à inovação no norte do Paraná, região considerada um pólo em desenvolvimento científico e tecnológico do país.

"É um avanço para o município. Estamos levando o conhecimento e a experiência de uma instituição que é reconhecida por todos do país e que vai contribuir para levar desenvolvimento e gerar oportunidades. A tecnologia é o principal instrumento de desenvolvimento para qualquer região", afirmou Kassab.

Londrina tornou-se um pólo de geração de conhecimento na área de tecnologia da informação e comunicação (TIC), obtendo resultados positivos na atração de importantes centros de desenvolvimento para a região. “São, hoje, mais de 800 empresas voltadas para o setor de tecnologia da informação. Temos um distrito tecnológico, e o nosso maior diferencial é a educação: mais de 20 instituições de ensino superior com foco na área. Nesse sentido, o CTI vai ser de grande importância", explicou o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati.

Para o diretor do CTI Renato Archer, Victor Mammana, a instalação do escritório em Londrina funcionará como catalisador, levando recursos, práticas inovadoras e a inserção de novas áreas de conhecimento. "Iremos oferecer todas as competências do CTI. É uma grande oportunidade para toda a área de pesquisa em ciência e tecnologia do país, em particular, para o CTI, que vem, desde 2011, buscando oportunidades de estar no Paraná", disse.

CTI Renato Archer

O CTI atua na pesquisa e desenvolvimento em tecnologia da informação. A forte interação com setor acadêmico, através de diversas parcerias em pesquisa, e industrial, em vários projetos de cooperação com empresas, mantém o CTI Renato Archer no estado da arte em seus principais focos de atuação, como a área de componentes eletrônicos, microeletrônica, sistemas, software e aplicações de TI, como robótica e tecnologias 3D para a indústria e a medicina.

(Agência ABIPTI, com informações do MCTIC)

 


consorcio-abre-chamada-para-apoio-financeiro-a-participacao-do-brokerage-event  O consórcio internacional INCOBRA lançou nesta segunda-feira (7) uma chamada para conceder apoio financeiro aos participantes do...
embrapii-desenvolvera-projetos-de-inovacao-com-empresas-brasileiras-e-britanicasCinco unidades e um polo da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) irão desenvolver sete projetos de inovação...
capes-financia-projetos-conjuntos-com-a-holanda-em-todas-as-areas-do-conhecimento  A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou o edital nº 27/2017, referente ao Programa...
fapesp-e-cdti-anunciam-financiamento-para-pesquisa-inovativa  A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI)...
japao-e-brasil-financiam-projetos-em-varias-areas-do-conhecimentoA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a Sociedade Japonesa de Promoção da Ciência (JSPS, na sigla em...