Prédio histórico terá centro de economia criativa para startups e empreendedores

C&T Economia - Economia

 

Um decreto assinado recentemente pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, autoriza a cessão do Palácio dos Campos Elíseos, na zona central da capital paulista, ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). No local, a entidade pretende instalar o Centro Nacional de Referência e Empreendedorismo, que irá beneficiar aproximadamente 20 mil empreendedores e potenciais empresários por ano.


Construído no século 19, o prédio chama atenção pela arquitetura. Ele foi restaurado e agora será um polo de encontro entre investidores e empreendedores da nova economia criativa. O subsolo abrigará salas para startups e será ocupada por empreendedores que pensarão ações voltadas às empresas em fase inicial e inovações no mercado.

“O que precisamos hoje é de parceria. Precisamos colocar muito jovem aqui. Até porque hoje quando o jovem quer um emprego ele cria um. E esse é o conceito deste centro: de criação de tecnologia, de desenvolvimento, de inovação do emprego, do auto-emprego e da multiplicação dos empregos”, afirmou o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Segundo o governador de São Paulo, essa é a 12ª parceria firmada entre o estado e o Sebrae. “Hoje nós estamos entregando o prédio totalmente restaurado e por decreto também estamos transferindo o local para que possamos ter um Centro Nacional de Empreendedorismo de Inovação e Tecnologia com startups, capacitações, coworking e também museu. Um grande ganho para São Paulo, o Palácio restaurado e com o conteúdo voltado aos jovens e à inovação”, destacou Geraldo Alckmin.


(Agência ABIPTI, com informações da Agência Sebrae)