Embrapa e Pesagro firmam parceria de intercâmbio de informações pelo Portal Alelo

Últimas Notícias - Notícias

Com intuito de facilitar o intercâmbio de acervo de dados e informações gerados com as atividades em recursos genéticos de microrganismos e de plantas, a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia firmou o termo de adesão e confiabilidade com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro/RJ). Com isso, ambas as partes se comprometem a intercambiar informações confidenciais e não confidenciais inseridas, baixadas e compartilhadas no Portal Alelo.

O sistema, que permite o armazenamento de dados de materiais de origens animal, microbiano e vegetal, alimentado por curadores e equipes de maneira descentralizada, agora permite também que dados sejam compartilhados entre organizações nacionais e internacionais. A parceria com a Pesagro-RJ não é a primeira, pois outras instituições nacionais já trabalham com a unidade e utilizam o Portal Alelo.

Equipes de curadores do Instituto Nacional de Investigação Agropecuária (INIA-Uruguai) e o Instituto Paraguaio de Tecnologia Agrária (IPTA-Paraguai) também firmaram o termo de adesão e confiabilidade que, na prática, permite uma série de atividades e responsabilidades por parte dos curadores. Para atuarem juntos com as equipes da Embrapa, os curadores das organizações parceiras participam de um treinamento nos módulos de referência do Alelo: passaporte, observação, conservação e estudos para validação de dados do acervo no sistema.

Segundo o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Ivo Sias Costa, após o treinamento, os participantes compartilham as informações do evento em suas instituições e avaliam associarem-se ao Portal Alelo. Ele conta que estimular as Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária (OEPAS) a “utilizarem mais o Alelo e organizarem suas coleções tem alcançado excelentes resultados”.

Esta mesma ação com as unidades descentralizadas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) também registra resultados animadores. No começo de junho ocorreu um treinamento com a equipe da Amazônia Ocidental (Manaus-AM). Também participam de evento semelhante pesquisadores e curadores da Embrapa Clima Temperado (Pelotas-RS).

De acordo com Ivo Sias Costa, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vêm apoiando as ações que incentivam as instituições a adotarem o Alelo como sistema para organizar a base de dados ou melhorar as informações já existentes.

(Agência ABIPTI, com informações da Embrapa)