Adalberto Fazzio assume diretoria do Laboratório Nacional de Nanotecnologia

Últimas Notícias - Notícias

O físico Adalberto Fazzio é o novo diretor do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano). Professor titular do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP), ele já foi subsecretário de Coordenação das Unidades de Pesquisa do antigo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e presidente da Sociedade Brasileira de Física (SBF).

Na cerimônia de posse, realizada no campus do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP), Fazzio destacou o protagonismo da nanotecnologia na produção de soluções que visam o desenvolvimento econômico e social. "A nanotecnologia não configura uma ficção futurista. Ela já é uma realidade observável em inúmeros produtos de diferentes setores econômicos", afirmou o físico.

Fazzio também ressaltou a necessidade de investimentos no campo da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) e de priorizar atividades em áreas estratégicas, como energia, mobilidade, medicina, saúde, meio ambiente, sustentabilidade, alimentos e nanosegurança. "É fundamental continuar gerando conhecimento, buscando inovação e formando recursos humanos qualificados. Um instituto de pesquisa como o CNPEM, com o complexo laboratorial mais bem equipado do país, deve continuar desenvolvendo seu papel protagonista", disse.

O LNNano integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais, organização social qualificada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O laboratório, aberto a usuários, busca, por meio de pesquisas internas, explorar oportunidades oferecidas pela nanotecnologia para atender às necessidades da agricultura, indústria e serviços, em âmbito regional, nacional e internacional. O laboratório atua, também, na criação e desenvolvimento de produtos e processos sustentáveis.

(Agência ABIPTI, com informações do CNPEM e MCTIC)