Governo poderá fazer campanha nacional de vacinação contra a dengue

C&T Saúde - BR

As campanhas de vacinação contra a dengue podem ser adotadas em todo país. De acordo com Francieli Fantinato, da Secretaria de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, o governo federal tem realizado uma série de estudos para constatar se a ação é viável. Francieli participou nesta terça-feira (11) de audiência pública promovida pela Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.


A Dengvaxia, vacina desenvolvida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur, já é comercializada na rede particular brasileira e vem sendo adotada em uma campanha pública no estado do Paraná. Os moradores de 30 municípios paranaenses estão recebendo a segunda dose do imunizante, e os resultados têm sido monitorados pelo Ministério da Saúde.


A representante do Ministério da Saúde explicou que a eventual aquisição da vacina para uma campanha nacional está em exame pelo Comitê Técnico Assessor de Imunizações (CTAI) do órgão. Francieli não descartou o uso da vacina nas campanhas nacionais, mas reforçou que isso dependerá do resultado das análises. "São estudos que vão nos possibilitar uma melhor avaliação para a tomada de decisão. Isso não quer dizer que o ministério não vá adotar essa vacina futuramente", afirmou.


Em 2016, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a comercialização da vacina, na rede privada, por um valor que varia de R$ 132,76 a R$ 138,53, dependendo do ICMS adotado em cada estado. Segundo Fantinato, uma das principais análises em andamento é a do custo-benefício do produto. “Isso inclui o preço da vacina, a quantidade de doses necessárias, a eficácia, a logística de distribuição e até a previsão de perda dos frascos depois de abertos”, citou.


Além da Dengvaxia, uma outra vacina está sendo desenvolvida no Brasil, esta pelo Instituto Butantan. O imunizante, porém, ainda está em fase de testes e não foi liberado pela Anvisa. “A previsão é que os primeiros dados estejam disponíveis em 2018”, adiantou Daniela Cerqueira, da agência reguladora.


(Agência ABIPTI, com informações da Câmara dos Deputados)


 


brasil-e-espanha-assinam-acordos-em-areas-que-envolvem-pesquisa-e-tecnologia Os governos do Brasil e da Espanha assinaram nesta segunda-feira (24) cinco atos de cooperação em quatro diferentes áreas, que...
editais-selecionam-projetos-de-pesquisa-conjuntos-entre-franca-e-america-do-sul A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou dois novos editais para seleção de projetos conjuntos...
acordo-entre-sebrae-e-cnpq-preve-r-134-milhoes-para-pesquisa-de-alto-impacto O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e...
edital-de-inovacao-da-industria-oferece-r-536-milhoes-a-empresas-e-startups Projetos inovadores com aplicações industriais terão incentivo de mais de R$ 53,6 milhões neste ano para serem desenvolvidos e...
pacote-de-inovacao-da-embrapii-injetara-r-100-milhoes-na-economia A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) anunciou nesta sexta-feira (17), durante a reunião da Mobilização...