IoT movimentará R$ 200 bilhões na economia do Brasil nos próximos dez anos

C&T Economia - Economia

 

Diversas iniciativas tornaram o Brasil referência mundial em digitalização, como a informatização do sistema eleitoral, o programa de declaração do Imposto de Renda, e também a inovação do atendimento virtual oferecido pelo sistema bancário aos usuários. Na avaliação do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, o Brasil se prepara agora para o desenvolvimento do mercado de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

"Agora, estamos caminhando para ser pioneiros no campo da Internet das Coisas", afirmou Kassab, nesta segunda-feira (27), em Brasília (DF), ao lembrar que o MCTIC, por meio de um convênio com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e uma consultoria de empresas, elabora um plano para o desenvolvimento do mercado de IoT no país. "Tudo, a partir dos próximos anos, terá uma vinculação com a internet. A expectativa é de que esse setor movimente R$ 200 bilhões na economia do Brasil nos próximos dez anos."

Além disso, Kassab ressaltou que o uso da internet no Brasil ganhará um impulso com o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que será utilizado para melhorar de forma significativa o sistema de defesa do país na área de fronteira, levar banda larga a equipamentos públicos nas áreas de saúde e educação, além de garantir o acesso à internet da população que vive em regiões de difícil acesso.

Ele reforçou ainda que o curso jurídico, promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS Rio), é importante para a boa gestão da internet.

O secretário de Política de Informática do MCTIC, Maximiliano Martinhão, que coordena o Comitê Gestor de Internet no Brasil (CGI.br), destacou que o comitê é uma iniciativa da qual o país se orgulha. "O CGI foi criado há 20 anos com uma estrutura multissetorial que reuniu governo, academia, terceiro setor e setor privado para discutir internet. Foi algo realmente inovador."

(Agência ABIPTI, com informações do MCTIC)

Especial: 26ª Conferência Anprotec

sinergia-e-politica-de-estado-sao-desafios-para-o-brasil-avalia-presidente-da-anprotec Maturidade. Essa é palavra que define o atual estágio do ecossistema brasileiro de empreendedorismo e inovação. O segmento conta com...
meta-chinesa-de-tornar-se-potencia-em-inovacao-cria-oportunidades-para-empreendimentos-brasileiros Fortaleza (CE) - O 13º Plano Quinquenal da República Popular da China estabelece metas ousadas para o desenvolvimento da economia. O...
fundos-de-capital-privado-sao-alternativa-a-crise-para-empresas-inovadoras Fortaleza (CE) - O atual ciclo recessivo da economia brasileira, iniciado em dezembro de 2014, atingiu em setembro o segundo pior...
empreendedorismo-em-negocios-de-impacto-social-cresce-no-brasil Fortaleza (CE) - Aos poucos o brasileiro começa a entender melhor a cultura do empreendedorismo, tida por muitos especialistas como...
gestores-apostam-em-integracao-de-esforcos-para-impulsionar-negocios-inovadores Fortaleza (CE) - Há aproximadamente duas décadas, o ecossistema brasileiro de inovação dependia exclusivamente dos governos...