Empresa desenvolverá membrana de biocelulose em incubadora do Tecpar

C&T Inovação - BR

A empresa Neurocel assinou nesta sexta-feira (10) um contrato para ingressar na Incubadora Tecnológica do Instituto de Tecnologia do Paraná (Intec/Tecpar). No ambiente, ela vai desenvolver pesquisa na área da neurocirurgia para produzir membrana biológica com a finalidade de substituir a dura-máter – também chamada de meninge – em caso de lesões por tumores ou por traumatismos.

De acordo com o médico neurocirurgião Luis Renato Mello, titular da patente e da empresa, a meninge envolve o sistema nervoso no interior do crânio e da medula. A sua experiência como médico no Hospital Santa Isabel, em Blumenau (SC), onde trabalha, mostrou que essa meninge pode ser substituída em caso de lesões. “Estou desenvolvendo a pesquisa nesta área há 25 anos, já realizamos testes pré-clínicos com animais e teste clínico em pessoas, com bons resultados”, destaca.

Mello explica que essa nova membrana é produzida a partir de biocelulose, proveniente de síntese bacteriana e submetida a preparo especial, objeto de patente registrada. Quando produzida em grande escala tem baixo custo. “As membranas que existem no mercado são de alto custo e, na maior parte, de origem estrangeira”, salienta.

A expectativa do médico com a incubação é conseguir desenvolver um protótipo, testá-lo e submeter o material à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), obtendo, dessa forma, autorização para uso do produto pela população. “A ideia de fazer a incubação na Intec liga-se ao fato de termos acesso mais fácil a testes biológicos avançados de biocompatibilidade, resistência e toxicidade”, ressalta.

O gerente dos Parques e Incubadoras Tecnológicas do Tecpar, Gilberto Passos Lima, explica que os especialistas da Intec irão acompanhar o desenvolvimento final do produto até que a empresa alcance a autorização da Anvisa para comercialização. “Depois disso, o negócio entrará em outra fase, na qual estará focado na comercialização do produto no mercado privado para, em seguida, tentarmos introduzi-lo no mercado público”, avalia.

A companhia se instala no campus CIC do Tecpar, onde está o Parque Tecnológico da Saúde. Empreendedores que queiram participar do programa de incubação do Tecpar podem ser inscrever ao longo do ano para concorrer a uma vaga em uma das duas unidades da Intec, em Curitiba (PR) e em Jacarezinho (PR). Ao longo de 27 anos, a Intec já deu suporte tecnológico a mais de 100 negócios.

(Agência ABIPTI, com informações do Tecpar)



Especial: 26ª Conferência Anprotec

sinergia-e-politica-de-estado-sao-desafios-para-o-brasil-avalia-presidente-da-anprotec Maturidade. Essa é palavra que define o atual estágio do ecossistema brasileiro de empreendedorismo e inovação. O segmento conta com...
meta-chinesa-de-tornar-se-potencia-em-inovacao-cria-oportunidades-para-empreendimentos-brasileiros Fortaleza (CE) - O 13º Plano Quinquenal da República Popular da China estabelece metas ousadas para o desenvolvimento da economia. O...
fundos-de-capital-privado-sao-alternativa-a-crise-para-empresas-inovadoras Fortaleza (CE) - O atual ciclo recessivo da economia brasileira, iniciado em dezembro de 2014, atingiu em setembro o segundo pior...
empreendedorismo-em-negocios-de-impacto-social-cresce-no-brasil Fortaleza (CE) - Aos poucos o brasileiro começa a entender melhor a cultura do empreendedorismo, tida por muitos especialistas como...
gestores-apostam-em-integracao-de-esforcos-para-impulsionar-negocios-inovadores Fortaleza (CE) - Há aproximadamente duas décadas, o ecossistema brasileiro de inovação dependia exclusivamente dos governos...